PALACETE CHAFARIZ D'EL REI

O Chá de uma ilha encantada e o Glamour da Belle Époque juntos em Alfama 


O antigo bairro de Alfama com as suas vielas e recantos possui um segredo que vale a pena desvendar: o Palacete Chafariz D’El Rei, um exótico edifício, suspenso sobre o Chafariz d’El Rei, com fachada ao estilo neo-mourisco e com interior inspirado na chamada Arte Nova Brasileira.

Datado de 1909 este palacete, com ares de castelo, foi construído por um português que fez fortuna no Brasil. O seu traçado eclético e exuberante cedo granjeou opositores, mas ainda assim resistiu a polémicas, foi casa de famílias ilustres e enfrentou tempos de decadência. 

Em 2007 foi resgatado por Emilio Castillejos que recuperou o edifício, preservando os elementos arquitectónicos e decorativos originais, e o transformou num boutique hotel familiar que abriu portas em 2011. Com um ambiente requintado e acolhedor, este espaço é desde 2014 também conhecido pelo seu salão de chá e pelo brunch, um dos melhores de Lisboa. 

Entrar no Palacete Chafariz d’El Rei é uma oportunidade de viajar no tempo, sem darmos conta somos arrebatados por toda uma atmosfera que evoca os cenários sedutores da Belle Époque.

No que respeita ao chá: os chás Gorreana estão em destaque, chá de folhas (como seria de esperar!), e são servidos em porcelana sobre toalhas adamascadas. Quanto às  iguarias que a cozinha do Palacete tem para oferecer na hora do chá: poderá escolher entre scones acabados de sair do forno, torta de laranja, bolo de chocolate, panquecas, ou o famoso bolo Red Velvet, uma especialidade imperdível. Se preferir o sal ao açúcar: também existem sandwichs variadas, como a Club Sandwich, e uma seleção de mini-quiches.

Para além do glamour dos salões, este espaço possui também um terraço com uma vista única sobre o rio, ideal para os finais de tarde de Verão: com um charme que lembra as pérgulas mediterrânicas, é um privilégio desfrutar de um chá Gorreana a olhar o Tejo à sombra de uma bela buganvília.